MBaaS – Mobile Backend as a Service

Por Fabio Leandro Lapuinka*

A maioria das pessoas possui hoje em dia um celular conectado à internet, com o qual deve pelo menos acessar o Gmail, Whatsapp ou Facebook. Utilizam o aparelho para tirar fotos e ver vídeos diariamente e, é claro, ocasionalmente jogar seus games prediletos.

Quando você baixa um aplicativo da Loja do Google (Google Play) ou da Apple (App Store), você está apenas instalando uma cópia do aplicativo, que precisará se conectar à internet para acessar os servidores da empresa dona do aplicativo. Isto ocorre por várias razões: o aplicativo irá solicitar um usuário/senha, transferência de informações (vídeos/sons).

Quando uma empresa inicia o projeto de um novo aplicativo, é preciso se preocupar com detalhes da infraestrutura que este aplicativo irá utilizar. Geralmente, esta deverá fornecer serviços de notificações e mensagens, armazenamento de dados em nuvem, integração com redes sociais.

Na área de mobile, chamamos esta infraestrutura básica de MBasS – Mobile Backend as a Service.

apiOmat-Backend-as-a-Service

Figura 1 – Visão MBaaS

Para atender a crescente demanda da área mobile, o ICI preparou seu Data Center para a arquitetura MBaaS. Esta arquitetura permite que aplicativos mobile sejam suportados por infraestrutura robusta, que possui serviços de mensagens e storage.

O preparo desta infraestrutura possibilitou que aplicativos como Cartão Qualidade e Hemogram fossem escritos com mais agilidade, permitindo que os desenvolvedores apenas acessassem rotinas previamente preparadas para estes fins, sem se preocupar com detalhes da sua construção.

*Fabio Leandro Lapuinka é analista de sistemas, integra a equipe da Coordenação de Portais e Tecnologias do ICI.

5 apps de dispositivos móveis para usar no PC

Imprimir

Em janeiro, o lançamento da versão do WhatsApp para web agitou o mundo digital. Antes destinado apenas a smartphones, o aplicativo agora pode ser usado em computadores com todas as funcionalidades. Mas o que nem todo mundo sabe é que além do WhatsApp, outros aplicativos criados para dispositivos móveis também podem ser acessados pelo desktop. Confira quais são eles:

Instagram
Pode ser acessado diretamente pelo navegador (www.instagram.com) ou usado por meio de extensões disponíveis para o Chrome e Firefox. No entanto, o uso fica restrito à visualização e interação, sem a opção de publicar imagens. Para quem precisa publicar fotos pelo PC, uma das opções é o Instamizer, gerenciador de contas no aplicativo que permite programar até 8 posts por mês de forma gratuita diretamente pelo site do serviço, além de contar com opções próprias de edição.

Leia mais