Como descartar lixo eletrônico em Curitiba

lixoeletronico

Você sabe o que fazer com equipamentos eletrônicos inutilizados, o popular lixo eletrônico? O descarte desse material exige alguns cuidados para que seja mantido o ciclo de reciclagem e a preservação da natureza. Listamos algumas iniciativas do setor público e privado que atendem a esse propósito em Curitiba.

Lixo que não é lixo (serviço municipal)
O serviço de coleta de lixo reciclável da Prefeitura de Curitiba também recebe equipamentos eletroeletrônicos. Eles podem ser descartados em frente às residências nos dias em que há coleta do Lixo Que Não é Lixo.

Os itens são encaminhados à Unidade de Valorização de Recicláveis, gerenciada pelo Instituto Pró-Cidadania de Curitiba. Lá, os componentes reaproveitáveis são separados e, posteriormente, vendidos a recicladores para cobrir despesas do próprio serviço.

Dica: o Lixo Que Não é Lixo recolhe apenas duas unidades de lixo eletroeletrônico por vez em cada residência. Evite deixar vários equipamentos para coleta no mesmo dia.

Empresas recicladoras
Há diversas empresas especializadas na coleta e reciclagem de lixo eletrônico e elétrico que atendem em Curitiba e Região Metropolitana. Com um agendamento prévio, elas recolhem os materiais em domicílio – e a maioria realiza esse serviço sem custo para o usuário. Confira algumas delas:

  • Reciclatech
    Recolhe materiais eletroeletrônicos em geral, incluindo televisores, micro-ondas e forno elétrico.
    Telefone: 3606-9623 / 9856-6149
    Site: http://www.reciclatech.com.br/
    E-mail: reciclatech@reciclatech.com.br

  • Hamaya do Brasil
    Itens coletados: monitores LCD e LED, telefones celulares e baterias, computadores, televisores LCD e LED, câmeras fotográficas, impressoras, placas-mãe, HDs, memórias, caixas de som e peças avulsas de computadores, entre outros.
    Recebe o material em sua sede, na Fazenda Rio Grande, em qualquer quantidade
    Telefone: 3060-3500
    E-mail: contato@hamaya.com.br
    Site: http://www.hamaya.com.br/
  • Sete Ambiental
    Itens coletados: modem, aparelhos de DVD, baterias de no-break/automotivas, calculadoras,  celulares/carregadores, central telefônica, computadores, estabilizadores, fax, fios/cabos, fontes de computador, HDs, impressoras,  monitores, mouses, no-breaks, notebooks,  roteadores, scanners, servidores e telefones, entre outros.
    Telefone: 3085-8389
    Site: http://seteambiental.com.br/
  • Parcs
    A coleta em domicílio é gratuita para até 10 unidades. Também é possível entregar na sede da empresa, com agendamento. A Parcs realiza ainda palestras gratuitas em escolas sobre o tema reciclagem de resíduos eletrônicos.
    Telefone: 3027-2289
    E-mail: parcs@parcs.com.br
    Site: http://www.parcs.com.br/
  • Recicla Eletrônicos
    Recolhe todos os tipos de equipamentos, inclusive da chamada linha branca – geladeira, fogão, máquina de lavar roupa e máquina de lavar louça.
    Telefone: 3089-0232
    E-mail: contato@reciclaeletronicos.com.br
    Site: http://www.reciclaeletronicos.com.br/

Fabricantes devem contar com logística reversa

A Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei n. 12.305/2010) dispõe em seu texto da norma “Resíduos de equipamentos eletroeletrônicos – Requisitos para atividade de manufatura reversa” – ABNT NBR 16156:2013, criada para garantir que os produtos descartados pelos consumidores sejam recolhidos e, de acordo com o caso, reciclados ou reutilizados, processo conhecido como logística reversa.

De acordo com a norma, um fabricante de geladeiras, por exemplo, deve facilitar a coleta dos seus produtos após a inutilização dos mesmos, além de divulgar corretamente os locais de descarte do lixo eletrônico para devolução à empresa.

E o lixo tóxico?

Outro tipo de lixo que merece atenção é o tóxico, que deve ser separado e levado aos terminais de ônibus de Curitiba. Nesses locais, regularmente a prefeitura disponibiliza caminhões para descarte de quantidades domiciliares do material.

São considerados lixo tóxico: pilhas, baterias, toners de impressoras, lâmpadas, embalagens de inseticidas, tintas, remédios vencidos até 10 kg, lâmpadas fluorescentes (até 10 unidades), óleos de origem animal e vegetal (embalados em garrafas PET de 2 litros). Veja aqui o calendário de coleta nos terminais.

Equipamentos em bom estado podem ser doados

Eletroeletrônicos em condições de uso podem ser doados para a Fundação de Ação Social (FAS) da Prefeitura de Curitiba, que realiza a coleta em domicílio por meio do Disque Solidariedade. O serviço beneficia famílias e pessoas em situação de vulnerabilidade social atendidos pela FAS.

Fogão, geladeira, micro-ondas e computadores que precisam de conserto para o reuso também podem ser doados. Todos os itens coletados devem estar registrados no protocolo de atendimento.
Telefone: 156

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>